Forças israelenses entram por terra na Faixa de Gaza
Informação foi confirmada pelo Exército de Israel.Testemunha palestina viu entrada de coluna de veículos militares.
Do G1, com agências internacionais




Tropas israelenses entraram por terra na Faixa de Gaza neste sábado (3), dando continuidade a uma ofensiva iniciada há oito dias com ataques aéreos.

A entrada no território palestino aconteceu já durante a noite e foi confirmada pelo Exército de Israel.

Os militares informaram que a incursão tem como objetivo isolar áreas de onde palestinos estariam disparando foguetes contra território israelense.

"O objetivo é destruir a infraestrutura de terror do Hamas na área de operações", disse a major Avital Leibovitch, porta-voz do Exército. "Vamos tomar algumas das áreas de lançamento usadas pelo Hamas", acrescentou.

Foto: Globonews
Imagem com câmera de visão noturna mostra movimentação de tropas israelenses durante invasão da Faixa de Gaza. (Foto: Globonews)
Uma pequena coluna de veículos militares protegida por helicópteros de combate foi vista entrando na Faixa de Gaza por uma testemunha citada pela agência Reuters.

"Espero que os resultados dessa operação tragam tranquilidade no longo prazo. No momento em que eles dispararem, nós responderemos com grande força", disse a ministra de Relações Exteriores de Israel, Tzipi Livni, na TV israelense. "Pode ser que sejam necessárias várias operações", acrescentou.

De acordo com o diário israelense "Haaretz", um grande número de forças está participando do ataque, incluindo infantaria, tanques, grupos de engenharia, artilharia e inteligência, com apoio da Força Aérea, da Marinha e do serviço de segurança Shin Bet.

Veja a cobertura completa dos confrontos

Leia também: Israel faz ofensiva simultânea por terra e ar na Faixa de Gaza

Foto: Editoria de Arte/G1
Mapa indica a localização da Faixa de Gaza. (Foto: Editoria de Arte/G1)
Pelo menos 15 foguetes teriam sido disparados contra Israel neste sábado, ferindo duas pessoas.

Durante o dia, tanques israelenses que cercam a Faixa de Gaza abriram fogo contra o território pela primeira vez desde o início da ofensiva militar, há oito dias. A operação ocorre menos de 24 horas após a morte de um dos líderes militares do Hamas, Abu Zakaria al-Jamal.

O diário "Haaretz" informa ainda que, segundo oficiais israelenses, havia cerca de 10 mil homens preparados para a invasão na fronteira da Faixa de Gaza, antes de ela ser autorizada. Segundo o jornal, os comandantes estavam divididos sobre qual seria o melhor momento para iniciar a movimentação terrestre, já que a entrada em Gaza poderá causar grande quantidade de baixas. Também argumentava-se que o Hamas já havia sido suficientemente afetado pelos ataques aéreos dos últimos oito dias.

Comentários

Postagens mais visitadas