27 junho 2015

O REINO DE DEUS

"Quem não receber o reino de Deus como uma criança de maneira nenhuma entrará nele" (Lucas 18:17). 
tradução livre
Figurões não são obrigados a aplicar.
Orgulho desqualifica todos os candidatos.
Portanto, "Humilhai-vos sob a poderosa mão de Deus que Ele vos exalte no tempo devido", ou seja, sempre que Ele recebe bem e pronto. Isso é I Pedro 5: 6. Bem, a primeira parte do que é.
Este companheiro escreveu-me recentemente para dizer por que ele não frequenta a igreja. Ele é queimado para fora em quatro décadas de sermões rasas e considera-se muito além do tipo de pap seu pastor conchas para as ovelhas impensada no domingo. Ele escreveu ensaios acadêmicos sobre suas crenças e ficaria feliz em enviá-los para mim.
Não se incomode.
Mesmo se fosse esse o caso, que os pastores todos servir leite para bebês aos domingos e nunca carne para a saúde, o homem está faltando um ponto enorme sobre a participação da igreja.
Nós vamos à igreja para fazer a obra do Senhor com Seus filhos. Às vezes, estamos trabalhando ao lado de outros crentes, ministrando na comunidade e no mundo. Mas, às vezes, o nosso ministério é direcionado para um ou mais deles. Somos instruídos a cuidar uns dos outros, particularmente, os mais fracos e indefesos, as viúvas e os órfãos.
Se quisermos fazer a obra do Senhor com outros crentes, temos de aprender a humildade e submissão. O Senhor espera de ouvir os outros membros da equipe, a respeitá-los, orar por eles, e incentivá-los.
Para ser eficaz em servir Cristo na  e através  da igreja, devemos chegar a uma apreciação da mais humilde e menos qualificados, os mais necessitados e os mais humildes.
Em suma, temos de nos tornar filhos pequenos.
É por isso que Paul apontou que a maioria dos figurões não pode ser encontrada na igreja.  "Você vê a vossa vocação, irmãos, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são chamados. Mas Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios, e Deus escolheu as coisas fracas do mundo para confundir as coisas que são poderosos, e as coisas vis deste mundo, e as coisas que são desprezado Deus escolheu, e as coisas que não são, para reduzir a nada as coisas que são '', que nenhuma carne se glorie na Sua presença "  (I Coríntios 1: 26-29).
Alguns, felizmente. Mas "não muitos".
Estamos gratos pelas excepções, para as pessoas que fizeram grande neste mundo e ainda se humilhar para se juntar com o povo do Senhor como um deles e não acima deles, como um colega de trabalho e não uma celebridade para ser homenageado .
Nós admitimos que as pessoas às vezes a contragosto de Deus tornam difícil para uma celebridade para vir entre eles como um companheiro pecador salvo-by-graça disposto a fazer o trabalho mais humilde sem esperar tratamento real.
Às vezes nós bajular atletas profissionais ou outras "estrelas" que aparecem na igreja.
Não é uma coisa boa. Devemos deixá-los adorar e vir mais para a congregação como eles sentem que é seguro fazê-lo.
Agora, de volta ao tema da infantilidade ....
"Humilhai-vos."
Nunca orar para que o Senhor te humilhar. Francamente, você pode não sobreviver à experiência desde que o Senhor parece usar uma mão pesada em fazê-lo. Confira a humildade Ele colocou sobre o rei Nabucodonosor em Daniel 4: 28-33. Nunca peça ao Senhor para te humilhar.
Um líder missões me disse uma vez que ninguém tem um problema maior na aprendizagem de uma língua estrangeira do que um missionário com um doutorado. "Para aprender uma nova língua", disse ele, "a pessoa tem que se tornar uma criança pequena e estar disposto a estragar, para embaraçar a si mesmo, e para se levantar e tentar novamente. E há algo sobre um Ph.D. no final do nome de um que levanta uma enorme barreira para isso. "
Temos de nos tornar como crianças para entrar no Reino-se salvem e confessar Jesus Cristo abertamente e de continuar a trabalhar nesse Unido como crescer e discípulos obedientes.
Em nenhum momento nos é dada a luz verde para tirar as algemas fora de nossos egos e dar livre curso ao nosso orgulho.
O orgulho é sempre um problema, ego é sempre um desafio, ea humildade é para sempre em ordem.
"Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes" (Tiago 4: 6). A primeira parte do versículo que diz: "Ele dá mais graça." Quão maravilhoso é que.
As únicas pessoas que não recebem "mais graça" é o orgulho. Estes são os pacotes de auto-contidas que são completa dentro de si mesmos e resistir a qualquer coisa de Deus. Tolamente, eles insistem em futilidades como "Eu sou cientificamente mente; unicamente as ovelhas dependem da fé "e" eu posso fazer isso por mim mesmo; só os fracos precisam de um Deus ".
O dia virá-oramos ele vai-quando que um auto-suficiente vai ver o que um pequeno pacote egoísta que ele havia se tornado, e se humilhar diante de um Deus poderoso. Quando isso acontece, deixe-o rezar a oração do companheiro em Lucas 18:13: "Ó Deus, sê propício a mim, pecador".
Deixe-o ser como o filho pródigo, que de repente despertado para encontrar-se em um chiqueiro."Ele veio para si mesmo", e ele disse: "Eu me levantarei e irei ter com meu pai e vou dizer-lhe: 'Pai, pequei contra o céu e diante de ti. Eu já não sou digno de ser chamado teu filho. Faça-me como um dos teus trabalhadores '"(Lucas 15: 17-19).
O dia que você se humilhar e renunciar ao senhorio de sua vida e tornar-se uma criança pequena pela fé em Jesus Cristo será o maior dia da sua vida. Nada realmente importante ou duradoura acontecerá até então; um milhão de grandes coisas vão acontecer depois.
Um lembrete final.
O Senhor estará enviando-lhe oportunidades contínuas ao longo de seus dias para que você possa afirmar mais e demonstrar a sua infantilidade. Se você pensar neles como testes ou como oportunidades depende se você aprendeu a apreciar o crescimento espiritual.
As pessoas mais fortes que eu conheço gosta de desafios à sua auto-suficiência; as pessoas mais inteligentes que eu sei testes do amor que os levam cada vez mais perto do Senhor Jesus.
Os maiores de pessoas no mundo são humildes. E, no Reino de Deus, o maior são os servos.
Por Joe McKeever

22 junho 2015

Quem São os Espíritos? #AllanKardec


Quem São os Espíritos?

M. Martins
Allan Kardec, o codificador do espiritismo moderno, viu-se obrigado a reconhecer um grande problema para sua doutrina: "A identidade constitui uma das grandes dificuldades do espiritismo prático, sendo muitas vezes impossível verificá-la, sobretudo quando se trata de Espíritos superiores antigos em relação à nossa época" ("O que É o Espiritismo", 36ª edição, FEB, p. 183); "A questão da identidade dos espíritos é uma das mais controvertidas, mesmo entre os adeptos do espiritismo; é que, com efeito, os espíritos não nos trazem nenhum documento de identificação e sabe-se com que facilidade alguns dentre eles assumem nomes de empréstimo" ("O Livro dos Médiuns", 2ª edição, OPUS Editora Ltda, p. 461). Outra dificuldade encontrada pelo Kardecismo está na possibilidade de embuste dos espíritos que se manifestam através dos médiuns. Ele disse: "Os médiuns de mais mérito não estão ao abrigo das mistificações dos Espíritos embusteiros; primeiro, porque não há ainda, entre nós, pessoa assaz perfeita, para não ter algum lado fraco, pelo qual dê acesso aos maus espíritos..." ("O que É o Espiritismo", p. 183). Afinal de contas, quem são os espíritos que se manifestam nas sessões mediúnicas? Podemos confiar neles? Serão eles espíritos de pessoas mortas?
Os Mortos não Podem se Comunicar com os Vivos: Segundo a Bíblia, os mortos não mais possuem conhecimento das coisas desta vida e, portanto, não se manifestam aos vivos, aguardando a hora da ressurreição para o juízo: "Tal como a nuvem se desfaz e passa, aquele que desce à sepultura jamais tornará a subir" (Jó 7.9); "Não confieis em príncipes, nem nos filhos dos homens, em quem não há salvação. Sai-lhes o espírito, e eles tornam ao pó; nesse mesmo dia, perecem todos os seus desígnios" (Salmo 146.3-4); "Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, porque a sua memória jaz no esquecimento. (...) Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma" (Eclesiastes 9.5 e 10); "A sepultura não te pode louvar, nem a morte glorificar-te; não esperam em tua fidelidade os que descem à cova. Os vivos, somente os vivos, esses te louvam como hoje eu o faço..." (Isaías 38.18-19) (veja também Salmo 115.17; Salmo 88.10-13; etc).
Na parábola do rico e de Lázaro (Lucas 16.19-31), Jesus Cristo demonstra essa verdade ao narrar a resposta do patriarca Abraão ao rico que, morto, do Hades, pediu que enviasse Lázaro aos seus irmãos para lhes informar sobre a realidade vindoura aos que recusam a salvação bíblica:"Respondeu Abraão: Eles têm Moisés e os Profetas; ouçam-nos". A expressão "Moisés e os Profetas" representa a Bíblia, a única revelação dada por Deus aos homens; e é ela que nos mostra que Ele proíbe a necromancia ou mediunidade: "Quando alguém se virar para os necromantes e feiticeiros, para se prostituir com eles, eu me voltarei contra ele e o eliminarei do meio do seu povo" (Levítico 20.6); "O homem ou mulher que sejam necromantes ou sejam feiticeiros serão mortos..." (Levítico 20.27). "Não vos voltareis para os necromantes, nem para os adivinhos; não os procureis para serdes contaminados por eles. Eu sou o Senhor, vosso Deus" (Levítico 19.31); "Não se achará entre ti quem ...consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor... porém a ti o Senhor, teu Deus, não permitiu tal coisa" (Deuteronômio 18.10-14). "Assim, morreu Saul por causa da sua transgressão cometida contra o Senhor, por causa da palavra do Senhor, que ele não guardara; e também porque interrogara e consultara uma necromante" (1 Crônicas 10.13).
Então, quem são os espíritos que se manifestam através dos médiuns? A Bíblia nos ensina que todos eles são espíritos enganadores, enviados por Satanás para enganar aos que não desejam receber o Evangelho da salvação: "Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar" (1 Pedro 5.8). Segundo as Escrituras, Satanás, no seu afã de enganar, se apresenta sempre como um espírito bom: "E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz" (2 Coríntios 11.14). Jesus disse dele: "Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira" (João 8.44). O apóstolo Paulo, que recebeu o Evangelho não de homens (vivos ou mortos), mas diretamente por revelação de Jesus Cristo (Gálatas 1.11-12), faz a seguinte advertência: "Mas receio que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo. Se, na verdade, vindo alguém, prega outro Jesus que não temos pregado, ou se aceitais espírito diferente que não tendes recebido, ou evangelho diferente que não tendes abraçado, a esse, de boa mente, o tolerais" (2 Coríntios 11.3-4); "Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência" (1 Timóteo 4.1-2).
O que você deve fazer? Meu amigo, tudo o que se disse aqui é sério, verdadeiro e deve ser levado em conta, para que você também não seja enganado pela serpente, que é Satanás (Apocalipse 12.9). Há somente uma vida e uma única oportunidade para escolher. Fica aqui o convite de Deus para você: "Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto" (Isaías 55.6).Entregue hoje mesmo sua vida a Cristo, pois somente Ele pode dar a vida eterna. Lembre-se: "Há caminho que ao homem parece direito, mas ao cabo dá em caminhos de morte" (Provérbios 14.12). Só Jesus é o caminho, só nEle podemos confiar plenamente. (M. Martins -http://www.chamada.com.br).

20 junho 2015

Resposta do Pr. Silas ao Jornalista Boechat; Ouça o Áudio em que o Jornalista Xinga o Pastor



A polêmica teve início quando Boechat, em seu programa matinal, afirmou “que é no âmbito de igrejas neopentecostais que estão acontecendo atos de incitação à intolerância religiosa”. Ele comentava sobre o caso da menina de 11 anos que foi atacada, no último dia 14, com uma pedrada quando saia de um culto de Candomblé no rio de Janeiro. Familiares da menina responsabilizaram evangélicos pelo ataque.O pastor respondeu, por meio de seu Twitter, “Avisa ao jornalista Boechat , que está falando asneira, dizendo que pastores incitam os fiéis a praticarem a intolerância.Verdadeiro idiota”.Boechat viu o comentário e também partiu para o ataque em seu programa de rádio. “O Malafaia, vai procurar uma rola, vai. Não me enche o saco. Você é um idiota, paspalhão, um pilantra, tomador de grana de fiel, explorador da fé alheia. E agora vai querer me processar pelo que acabei de falar que é o que você faz, você gosta muito é de palanque. Eu não vou te dar palanque porque tu é um otário, tu é um paspalhão”. O jornalista ainda o chamou de “homofóbico” e que ele ficou rico com o “suor alheio”.Malafaia postou, em seguida, um vídeo em sua página na internet dizendo que iria processar o jornalista e lembrou da Parada Gay de São Paulo. “Ele como é um cara parcial, fala de intolerância. Eu não vi o Boechat falar sobre intolerância da Parada Gay de São Paulo, contra os evangélicos... os evangélicos não, os cristãos. Ficou quietinho, não falou nada.” O pastor postou ainda matéria sobre a demissão de Ricardo Boechat do jornal O Globo, onde foi colunista. Por fim, voltou a desafiar o jornalista: “Então eu não tenho medo de você e está desafiado. Não é no seu programa não, porque eu não vou te dar esse mole. Em qualquer programa. Senta na mesa comigo que eu vou te engolir. Porque tu não tem argumento. Tu é bom sozinho, eu quero ver no confronto.

18 junho 2015

Revista veja fez uma reportagem sobre MICROCHIP uso humano

Biochip, você ainda vai usar um?

Divulgação/Dangerous Things
Modelo de biochip vendido na internet(Divulgação/Dangerous Things/VEJA)
Os wearables - gadgets usados como acessórios pessoais, como óculos, relógio e pulseira inteligentes - vêm ganhando terreno no planejamento das gigantes de tecnologia e também no coração dos usuários. Itens de fabricantes como LG, Motorola e Samsung (Apple também deve entrar no mercado em breve) já vêm equipados com sensores para coletar dados sobre a frequência cardíaca, consumo calórico e hábitos de sono. A ideia é cruzar informações e ajudar o usuário a levar uma vida mais saudável, além, é claro, de reunir detalhes sobre rotinas e preferências (de consumo, inclusive), o que pode render muito dinheiro. A oferta é, sem dúvida, atraente. Mas é pouco se comparado ao que vem por aí com os chamados biochips: este são, em certo sentido, a evolução dos wearables.

Com as dimensões de um grão de arroz, esses gadgets - na prática, pequenos circuitos eletrônicos envoltos em uma cápsulo de vidro cirúrgico - já podem ser implantados em seres humanos, mas, por ora, com funções limitadas. Nos próximos dez anos, contudo, eles poderão fornecer dados sobre o organismo que o abriga. Informações como níveis de glicose, ureia, oxigênio, hormônios e colesterol devem ser as primeiras a serem obtidas a partir de fluidos corporais, como o sangue. Essas substâncias serão analisadas ao passar pelos microcanais presentes na cápsula de vidro: microssensores eletrônicos vão identificar a presença de biomarcadores, parâmetros biológicos que sinalizam se a pessoa está doente ou saudável. Isso permitirá, por exemplo, detectar o trânsito de células cancerígenas ou identificar sinais de um infarto iminente. "Os biochips vão acelerar o diagnóstico das doenças, porque são ultrasensíveis. Isso vai permitir exames de análises clínicas mais rápidos e baratos", diz Idagene Cestari, diretora de bioengenharia do Instituto do Coração (Incor).
Para ter acesso às informações coletadas e analisadas pelo biochip, o médico precisará aproximar um gadget, como smartphone, do paciente: os dados serão transmitidos a partir do biochip por meio de ondas de radiofrequência e exibidos na tela do dispositivo externo. Além de tornar o diagnóstico mais eficiente, os biochips podem ajudar no tratamento de doenças crônicas, como diabetes. Os dispositivos diminutos poderão ser implantados no organismo com um "estoque" de insulina, que será liberada todos os dias, de forma automática. O mesmo pode ocorrer no caso de outras doenças, como pressão alta. "Poderemos fazer uma medicina personalizada", diz Idagene.
O projeto desenvolvido por uma startup ligada ao Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) é o que existe de mais palpável nesse setor. Um biochip implantado sob a pele ou no abdômen da mulher libera diariamente uma pequena dose do hormônio contraceptivo levonorgestrel. A administração do remédio, que pode se estender por até 16 anos, é programada pela paciente ou seu médico através de controle remoto. Caso a mulher decida engravidar, o chip pode ser desativado.
Segundo Ricardo Ferreira Bento, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), especialidades como otorrinolaringologia são pioneiras na exploração de recursos dos biochips. Bento é um dos primeiros responsáveis do Brasil pelo implante coclear, pelo qual o dispositivo é introduzido no ouvido de pacientes surdos - quando não é possível fixar o aparelho no fundo do ouvido, o implante é realizado no tronco cerebral. Esse chip libera impulsos elétricos, normalmente produzidos pela estrutura de um ouvido sadio, que estimulam diretamente o nervo auditivo: o cérebro então interpreta essa informação, e o usuário restaura a capacidade de perceber sons - ainda que eles sejam "robóticos". O paciente dificilmente consegue distinguir as vozes de pessoas diferentes, mas pode falar ao telefone ou acompanhar aulas normalmente. Estima-se que mais de 300.000 pessoas usem esse biochip no mundo.
Ulisses Melo, diretor do Laboratório de Pesquisas da IBM Brasil, afirma que a tecnologia por trás dos biochips já está muito evoluída, mas ainda demanda pesquisas médicas. "É preciso que médicos e cientistas avaliem como conectar esses pequenos implantes ao corpo sem causar reações adversas", diz o especialista. De acordo com Melo, os estudos mais avançadas de biochips estão sendo realizados na Universidade Stanford.
Nos Estados Unidos, a fabricante de biochips Veriteq Corp já tem aval da Food and Drug Administration (FDA), órgão do governo responsável por regulamentar remédios, produtos farmacêuticos, alimentos e cigarro, para vender três modelos de circuitos. O primeiro é o Unique Device Identification (UDI), que possui apenas um número de indentificação que pode ser "lido" por um gadget externo: esse código dá acesso a um banco de dados onde está armazenado o procotolo médico do usuário. O segundo modelo é um chip implantado junto a próteses mamárias, cateteres vasculares e articulações artificiais. O equipamento armazena o número de série e lote dos implantes, dados importantíssimos em caso de recall ou quando a FDA identifica alguma falha nos produtos. Por fim, entre os projetos mais avançados da empresa, está um biochip que monitora a dosagem de radiação recebida por uma pessoa durante tratamentos de radioterapia. Ele evita que pacientes sofram overdose de radiação durante o tratamento de câncer de mama e de próstata.
O número de pedidos de registros de biochips cresce no mercado americano, segundo confirmação do FDA. No Brasil, a competência é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que ainda não registrou nenhum biochip para uso humano. Entre os médicos, o tema ainda causa controvérsia, embora eles reconheçam o potencial da tecnologia. Para Mauro Aranha, vice-presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), os médicos podem implantar dispositivos, desde que sua eficácia esteja demonstrada pela literatura médica. "Antes de fazer o implante, é preciso consultar a comissão de ética do hospital ou o Conselho Regional de Medicina", diz Aranha.
Divulgação
Raio-x do americano Amal Graafstra: biochips de controle de acesso nas duas mãos(Divulgação/VEJA)
Enquanto as pesquisas seguem, usos mais simples do biochip se popularizam. Alguns fabricantes, por exemplo, investem na criação de biochips para automatizar tarefas do dia a dia. E vêm encontrando mercado. O americano Amal Graafstra, de 38 anos, implantou em sua mão um chip de identificação por rádio-frequência (RFID, na sigla em inglês) para substituir as chaves do carro e de casa. "Eu queria algo que fosse conveniente como a biometria e mais fácil e barato", diz o consultor de TI. O microchip só funciona a alguns centímetros do leitor. Como o chip de controle de acesso não tem serventia sem um receptor, Graafstra teve que adaptar a casa, o escritório, o carro e até seu PC para "conversar" com o biochip. Depois, ele implantou um novo chip compatível com NFC, tecnologia presente nos gadgets mais avançados. Agora, ele é capaz de transferir seu cartão de visitas ao aproximar o celular de sua mão.
Hoje, Graafstra mantém uma loja virtual para vender biochips. Chamado de Dangerous Things, o site oferece dispositivos, seringas especiais e bisturis. Até o momento, cerca de 4.000 pessoas de países como Austrália, China e Rússia já adquiriram o produto. O kit básico contém o microchip e instrumentos necessários para o implante e custa 99 dólares. "A loja ainda é um hobby e rende pouco dinheiro. Estou interessando em explorar as possibilidades, não em ganhar uma fortuna", diz Graafstra.
A moda já chegou ao Brasil. Um dos clientes da Dangerous Things é Raphael Bastos, de 28 anos, morador de Belo Horizonte, Minas Gerais. Depois de buscar, sem sucesso, médicos dispostos a implantar o biochip, ele realizou o desejo em um estúdio de piercing. Hoje, destrava computadores, passa por catracas, destranca portas e liga o carro apenas encostando sua mão esquerda em um leitor. "O procedimento dura 20 minutos. No primeiro dia senti dor, mas no segundo já não sentia mais nada", conta Bastos. Neste ano, ele vai abrir a Biotek, primeira revenda brasileira de biochips de controle de acesso.
Por aqui, já existe até uma profissional de piercing treinada por Graasftra para implantar os biochips para controle de acesso. Há um ano, Mary Jo, de São Paulo, foi procurada pelo americano para receber orientações sobre o procedimento. "A técnica é similar à aplicação de piercing. Cobro entre 1.000 e 1.200 reais pelo implante, além do custo do chip", diz Mary. Desde que aprendeu a colocar o chip, a profissional fez apenas um procedimento, mas foi procurada por diversos interessados. "Os geeks e fãs de tecnologia são os que vão ao estúdio em busca do implante de biochip."
A área de segurança também está de olho nos usos dos biochips. A empresa RCI First Security and Intelligence Advising, responsável pela segurança de 58 entre as cem famílias mais ricas do Brasil, trabalha há quase uma década no desenvolvimento de um modelo usado para rastreamento de usuários. "Implantamos o chip em 258 pessoas, sendo cerca de 48 brasileiros", diz Ricardo Chilelli, diretor-presidente da companhia. Os implantes foram feitos na região próxima à clavícula para impedir a retirada por meio de amputação de membros. Em 2007, porém, os testes foram suspensos: era necessário aumentar a potência do sinal de localização dos usuários, o que aqueceria excessivamente a pele, causando rejeição. Todos os biochips foram retirados. Recentemente, a dimensão dos biochips foi aumentada, permitindo a colocação de uma bateria maior. "Até o início do ano que vem, queremos encontrar a forma de aumentar a intensidade do sinal sem causar rejeição", diz Chilelli.

16 junho 2015

MANIFESTAÇÃO EM BRASILIA

MANIFESTAÇÃO EM BRASILIA CONTRA A IDEOLOGIA DE GÊNERO IMPOSTA PELO MINISTÉRIO DA DESEDUCAÇÃO

AMADOS CRISTÃOS . PRECISAMOS ESTAR UNIDOS NESSA BATALHA .
ENTRE EM CONTATO E SE JUNTE A  NÓS .

CRISTÃO DE VERDADE COMPARTILHA E PARTICIPA . COMPARTILHA

Diante de tamanha aberração chamada de IDEOLOGIA DE GÊNERO , não podemos nos omitir .
OLHA O QUE ELES QUEREM FAZER COM NOSSOS PEQUENOS
Conforme realizamos e iniciamos em Brasilia no ano retrasado  esses manifestos que hoje ocorre em toda a nação Brasileira , agora voltaremos  novamente  as ruas de Brasilia , com um dever muito forte , pois estão querendo sodomizar nossas crianças , impondo através de salas de aula a a sexualização de nossos filhos .

O PT  QUER SODOMIZAR NOSSOS FILHOS E  NETOS . NÃO PODEMOS FICAR CALADOS .


NÃO PODEMOS NOS CALAR DIANTE DE TAMANHA ABERRAÇÃO .
NOS CALARMOS SERÁ UMA DESLEALDADE PARA COM NOSSOS PEQUENOS.


AS CRIANÇAS SÃO ESPECIAIS PARA JESUS , E NÃO VAMOS PERMITIR ISSO .




 - EM FAVOR DE NOSSAS CRIANÇAS .
CRISTÃOS UNIDOS EM FAVOR DE NOSSAS CRIANÇAS .


INFORMAÇÕES VIA EMAIL .
ubpes@yahoo.com.br


 REDE GRAÇA E PAZ ONLINE
BLOG GRITOS DE ALERTA .
JORNAL IMPACTO REAL .
ROBERTO TORRECILHAS.

VINAGRE E SEUS BENEFÍCIOS