Gripe Suína : Região Sul tem 38 mortos por Gripe Suína este ano




Vírus da Gripe Suína
Vírus da Gripe Suína
Os três estados da Região Sul registram, este ano, 38 mortes provocadas pelo vírus Influenza H1N1. Até o dia de hoje (21), morreram 28 pessoas em Santa Catarina, cinco no Paraná e cinco no Rio Grande do Sul.
São 309 os casos de influenza A (H1N1) – gripe suína confirmados por exames de laboratório em Santa Catarina, 64 no Paraná e 26 no Rio Grande do Sul. O inverno, que começou oficialmente na noite de ontem (20), facilita a circulação dos vários subtipos do vírus da gripe.
O Ministério da Saúde orienta os médicos a prescrever o medicamento antiviral oseltamivir, conhecido como Tamiflu, a todos os pacientes que apresentarem quadro de síndrome gripal, mesmo antes dos resultados de exames ou sinais de agravamento, conforme protoloco atualizado em 2011.
“Todos os que apresentarem síndrome gripal e que fazem parte dos grupos mais vulneráveis para complicações, como gestantes, crianças pequenas, idosos e portadores de doenças crônicas, devem iniciar o tratamento”, recomenda o diretor do Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis do ministério, Cláudio Maierovitch.
Os sintomas são surgimento simultâneo de febre, tosse ou dor de garganta, dor de cabeça, dores músculares ou nas articulações. Em caso de agravamento, o antiviral deve ser receitado com urgência, mesmo para quem não faz parte dos grupos mais vulneráveis.
A Secretaria de Saúde do Paraná recomenda que os estabelecimentos onde há aglomeração de pessoas retomem o cuidado com a ventilação e a higiene, oferecendo, por exemplo, dispensadores de álcool em gel. O secretário Michele Caputo Neto informou, em entrevista coletiva, que o estado receberá do governo federal mais doses da vacina contra a gripe na próxima semana.
“Vamos definir nos próximos dias se ampliamos os grupos prioritários para receber a vacina, como, por exemplo, as crianças de até 5 anos matriculadas em creches públicas”, disse Caputo Neto. “O que vai salvar vidas é a identificação rápida dos sintomas e a medicação.”
As cinco pessoas que morreram no Paraná tinham entre 20 e 49 anos de idade. Dois casos de mortes estão sob investigação no estado, e uma gestante que contraiu o vírus Influenza H1N1 está internada em estado grave. A secretaria preferiu não divulgar detalhes sobre a paciente, nem a cidade onde está internada. Revelou apenas que o estado da mulher, que deu à luz gêmeos, está melhorando.
O Brasil imunizou, desde o começo de maio deste ano, 24,9 milhões de pessoas contra a gripe, segundo tabela do Programa Nacional de Imunizações. O número equivale a 82,9% do público-alvo, formado por idosos, crianças de 6 meses a 2 anos, gestantes, profissionais de saúde e índios. Na Região Sul, o Estado com maior percentual de imunização foi Santa Catarina (93,7%). No Paraná, o percentual foi 87,7% e, no Rio Grande do Sul, 80,2%.
Como forma de prevenção contra infecções pelo vírus da gripe, o Ministério da Saúde orienta ações de higiene pessoal, como lavar as mãos várias vezes ao dia, evitar tocar a face com as mãos e proteger a tosse e o espirro com lenço descartável. Em caso de síndrome gripal, deve-se procurar um serviço de saúde o mais rápido possível.
As pessoas com síndrome gripal, sob orientação de um profissional de saúde, devem permanecer em casa, afastando-se de suas atividades por pelo menos uma semana e evitando o contato próximo com outras pessoas.  Com informações da Agência Brasil
Tags: 2012, Internacional, Saúde

Comentários

Postagens mais visitadas