Filme diabólico do batmam - 12 mortos em cinema


Tiroteio em cinema dos Estados Unidos deixa 12 mortos e 50 feridos

Um homem armado utilizando máscara de gás e colete à prova de balas abriu fogo em uma sessão de estreia de "Batman"fonte jornal zero hora rs 

Tiroteio em cinema dos Estados Unidos deixa 12 mortos e 50 feridos Karl Gehring, AP/
Apavorados, espectadores deixaram o cinema às pressas e os feridos foram levados em carros particulares aos hospitais Foto: Karl Gehring, AP
Doze pessoas morreram e 50 ficaram feridas nesta sexta-feira quando um homem armado, utilizando máscara de gás e coletes à prova de balas, abriu fogo em uma sessão de estreia de "Batman", na cidade americana de Aurora, região metropolitana de Denver, Colorado. Inicialmente, a polícia divulgou que haveria 14 mortos, mas a informação atual é de o número de vítimas seja 12.
Um homem, próximo dos 20 anos, portando três armas, foi preso suspeito de ser o autor dos disparos, realizados contra uma sala lotada, que assistia à primeira sessão de "O cavaleiro das trevas ressurge", a meia-noite, último filme da trilogia do Batman e que era esperado ansiosamente por milhares de fãs.
O ataque foi iniciado durante uma cena de tiroteio do filme, o que aumentou a confusão e o pânico geral, de acordo com testemunhas entrevistadas pela imprensa.
— Nós continuamos a assistir o filme por um momento — disse à ABC uma testemunha, identificada apenas como Jack.
Em seguida, após se darem conta que os tiros eram reais, "todos entraram em pânico". As pessoas começaram a correr em direção a saída do cinema enquanto os policiais chegavam ao local e gritavam "abaixem-se", segundo uma outra testemunha, Banjamin Fernandez, de 30 anos, citado pelo Denver Post.
Segundo Dan Oates, chefe da polícia de Aurora, 10 pessoas morreram na sala de exibição e quatro, no hospital. Outras 50 teriam sofrido ferimentos leves e foram atendidas pelos hospitais próximos ao local da tragédia.


O chefe de polícia de Aurora, Daniel Oates, informou que um suspeito já estava sob custódia

Segundo Oates, testemunhas indicaram que o atirador lançou o que poderia ser uma bomba de gás lacrimogêneo ou de fumaça.
— Eles escutaram um assobio, depois uma espécie de gás surgiu e o atirador abriu fogo — explicou.
O atirador utilizava um colete à prova de balas e estava munido com um rifle e duas pistolas.
Segundo a KDVR (rede de TV local), o tiroteio teria sido realizado em diferentes salas de cinema por dois homens armados. Mas Oates negou a afirmação e disse não "haver provas" da presença de uma segunda pessoa. Segundo policiais, o suspeito foi preso em um estacionamento atrás do cinema e não ofereceu resistência. O homem já estava sob custódia. O policial indicou que as buscas começaram na casa do suspeito, que disse possuir explosivos em seu apartamento. O prédio foi evacuado.
Mais de 150 policiais atenderam à ocorrência, e contaram com o auxílio do FBI.
Relato
Hayden Miller, que estava no cinema, mas em outra sala, durante o ataque, disse que primeiro pensou se tratar de um filme mais barulhento do que o que via:
— Eram como pequenas explosões e pouco depois escutei gritos das pessoas — relatou Miller.
As vítimas
A polícia não forneceu informações sobre as vítimas, mas o filme (recomendado para maiores de 13 anos nos EUA) atraiu um público majoritariamente adolescente e jovem.
O local
Aurora é um subúrbio de Denver perto do local do tiroteio de 1999 na escola de Columbine, onde 13 pessoas foram mortas a tiros e outras 24 ficaram feridas.
O filme
Muitos cinemas do país organizaram sessões especiais à meia-noite desta sexta-feira para a estreia do filme, que deve arrecadar milhões de dólares em receitas.
A emissora KDVR, afiliada local da rede de televisão Fox, transmitiu na quinta-feira uma reportagem sobre os milhares de fãs, muitas vezes fantasiados de personagens da famosa história em quadrinhos, se preparando para assistir às primeiras 

Comentários

Postagens mais visitadas