O processo contra a 1ª Igreja Presbiteriana em Oklahoma EUA, foi movido por um ex-muçulmano sírio que se converteu, foi batizado e sua foto foi divulgada pela denominação. A divulgação da foto ocasionou um ataque, sequestro e tortura do ex-muçulmano quando foi visitar a Síria. 
O ex-muçulmano sírio identificado apenas como John Doe, se converteu ao cristianismo em 2012. Segundo relatou John ele foiFirst Presbyterian Church-Tulsa-Oklahoma-processada-por-ex-muçulmanobatizado na Primeira Igreja Presbiteriana em Tulsa, Oklahoma, EUA, em uma cerimônia reservada e lhes asseguraram que a sua conversão e batismo seria mantida em absoluto segredo.
Mesmo que a apostasia é pelo Muçulmanos em muitos países considerado crime punível de morte para quem abandona o islamismo e se converte ao cristianismo ou qualquer outra religião, inclusive na Síria.
igreja-evangelica-e-processada-por-ex-muçulmanoNo entanto os muçulmanos radicais viram a foto do batismo na pagina online da Igreja, enquanto ele estava viajando de regresso a Síria.
John disse que foi identificado pelos radicais no território sírio e foi atacado, sequestrado e torturado por dias, antes de conseguir escapar do cativeiro.

Comentários

Postagens mais visitadas